Reeducação Alimentar

Quando discutimos a respeito da relação da sua saúde com as dietas alimentares, chegamos a conclusao que além de tomar muito cuidado com essas dietas milagrosas ou mirabolantes, antes de mais nada, se está ou nao acima do peso é extremamente importante uma reeducação alimentar na vida das pessoas seja para perder peso, ganhar peso ou simplesmente manter a saúde. Hoje falaremos um pouco dessa parte importante que é a reeducacao alimentar.

Para Falarmos de educação (ou reeducação) alimentar é preciso que a pessoa entenda e aprenda (ou reaprenda) o significado e a importância de se comer bem (e não bastante!), isto é, de trocar os maus hábitos por bons hábitos alimentares. Trata-se de um novo estilo de vida, de ampliar conceitos, mudar costumes… o que não é nada fácil, ainda que possível. É por isso que a educação alimentar é tão importante.

Orientações Nutricionais

 

reeducacao alimentar

Várias orientações nutricionais são importantes para a educação alimentar. Confira algumas:

■ Seja realista: faça pequenas mudanças no modo como você se alimenta e no seu nível de atividade física. Não comece com grandes alterações, vá passo a passo. Após o primeiro pequeno sucesso, estabeleça um novo objetivo e prossiga.

■ Seja aventureiro, saia da mesmice! experimente alimentos e preparações que você não conhece, especialmente se forem à base de frutas e verduras. Comece por aquele alimento que você nunca experimentou. Ele pode ser gostoso e irá ajudar você a melhorar o seu consumo de nutrientes.

■ Seja flexível: não fique pensando se você cumpriu ou não os seus objetivos em apenas uma refeição. O ideal é ter um plano diário, mas caso você exagere em uma refeição, coma menos na próxima.

■ Seja sensível: aprecie todos os tipos de alimentos e preparações.

■ Prefira uma dieta pobre em gordura e em colesterol e rica em frutas e verduras.

■ Modere as quantidades de açúcares, sal e sódio.

■ Caso consuma bebida alcoólica, faça-o com moderação.

■ Beba, no mínimo, oito copos de água por dia entre as refeições.

■ Estabeleça horários fixos para se alimentar.

■ Divida a alimentação em cinco ou seis refeições (café da manhã, lanche, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia), reduzindo a quantidade consumida em cada uma delas.

■ Prepare o prato com toda a quantidade de alimentos a ser consumida, para ter o controle da quantidade que vai comer.

■ Siga o guia da pirâmide dos alimentos, consumindo as porções para cada grupo de alimentos de acordo com a idade.

■ Prefira ambientes agradáveis para fazer as refeições e evite assistir televisão enquanto come.

■ No almoço e no jantar, coma primeiro os vegetais crus e folhosos, como o alface e a rúcula, pois eles promovem uma sensação de saciedade mais rápida. Isso fará com que sua fome diminua e você coma os outros alimentos em menor quantidade.

É importante deixar claro que essas são apenas algumas orientações gerais. A obesidade, como já falamos em outro post, é uma doença e como tal deve ser orientada e tratada pelo profissional adequado, neste caso o nutricionista ou médico.

A atividade física

A melhor maneira de controlar o peso é a combinação de dieta com exercícios físicos e não apenas um ou outro. O ideal é fazer um pouco de atividade física todos os dias, ou pelo menos três vezes por semana. Você não precisa ficar várias horas fazendo exercícios e suando sem parar. “Pegar pesado” é para atletas. Ficar parado é que não dá!

Benefícios da atividade física, aqui estão alguns benefícios da prática regular de atividade física:

■ Contribui para o bom funcionamento dos órgãos, principalmente o coração.

■ Contribui para o bom funcionamento do intestino.

■ Diminui a ansiedade, o estresse e a depressão.

■ Melhora o humor e a auto-estima.

■ Diminui em 40% as chances de morrer por doenças cardiovasculares e ajuda na prevenção e no controle dessas e de outras doenças, como diabetes melito, hipertensão arterial, osteoporose, problemas respiratórios,etc.

■ Contribui para o funcionamento normal dos mecanismos cerebrais de controle de apetite, de modo a trazer um equilíbrio entre a ingestão e o gasto de energia.

■ Aliada ao consumo reduzido dos alimentos, aumenta a perda de gordura e melhora a sua distribuição corporal. Também aumenta a massa magra corporal (músculos).

■ Quanto mais ativo você se torna, mais calorias queima (aumenta o gasto energético).

Se não houver problemas de saúde, os exercícios físicos devem fazer parte do cotidiano de todas as pessoas. É bom consultar um médico antes de encarar esse novo estilo de vida. SEJA ATIVO! Incorpore a atividade física no seu dia-a-dia. Ande até a padaria, desça um ponto antes do seu trabalho, pegue as crianças na escola a pé. Vale tudo!

Uma boa reeducacao alimentar aliada a uma vida ativa é a receita de hoje para uma vida saudavel!!! Aproveite!!!

Fonte:

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/obesidade_desnutricao.pdf

Tenha um dia fantastico!!!

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta